O que fazer com a pele no inverno?

Depois de ler, avalie o artigo aqui:
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Nenhum voto até o momento)
Loading...

Tempo de leitura: 6 minutos

Chegou a estação mais fria e charmosa do ano. Para muitas mulheres essa é a melhor estação do ano, então, é hora de tirar os casacos do guarda-roupa e se vestir com mais estilo. Assim como o verão, o inverno tem também seu lado bom e gostoso.

Entretanto, neste período, a pele também necessita de cuidados especiais. Se no verão devemos tomar cuidado com o sol para evitar as manchas, no inverno é hora de hidratar e fazer tratamentos propícios que pedem menos exposição ao sol.

É no inverno que a umidade do ar baixa e as temperaturas mais frias levam à diminuição na transpiração corporal. Esses fatores contribuem para que a pele fique mais ressecada. Além disso, nesta época, é comum tomarmos banhos mais aquecidos, que provocam uma remoção da oleosidade natural de forma mais intensa, diminuindo o manto lipídico que retém a umidade da pele.

Tanto a pele do rosto quanto a do corpo estão sujeitas ao ressecamento no inverno. O clima frio e seco pode deixá-las com aspecto esbranquiçado, o que indica a desnaturação das proteínas. A fim de evitar tais sintomas é importante fazer hidratações corporais mais profundas e também investir em uma alimentação saudável, rica em vitaminas e antioxidantes, o que traz benefícios em longo prazo.

Doenças de Outono/Inverno

Durante o outono/inverno, algumas doenças podem aparecer por causa do ressecamento da pele. Entre elas, a dermatite seborreica, a dermatite atópica, a psoríase e a ictiose:

  1. Dermatite seborreica: costuma ocorrer principalmente nas regiões que contenham pelos, como face e couro cabeludo. É uma descamação da pele causada pela desregulação sebácea. As manifestações mais comuns e frequentes são caracterizadas por enorme produção de oleosidade, descamação e prurido (coceira). A descamação pode causar caspa, que varia desde fina até a formação de grandes crostas aderidas ao couro cabeludo, a seborreia. A coceira, que pode ser intensa, é um sintoma frequente nesta região e também pode estar presente com menor intensidade nas outras localizações.
  2. Dermatite atópica: quem sofre de atopia pode apresentar também asma ou rinite alérgica. O principal sintoma é a coceira, que pode ter início antes mesmo das lesões cutâneas se manifestarem e pode atingir a face, tronco e membros. Na infância, as lesões são avermelhadas e escamam. Nos adolescentes e adultos, as lesões localizam-se preferencialmente nas áreas de dobras da pele, como a região posterior dos joelhos, pescoço e dobras dos braços. A pele desses locais torna-se mais grossa, áspera e escurecida.
  3. Psoríase: doença da pele relativamente comum, crônica e não contagiosa e que atinge igualmente homens e mulheres, principalmente na faixa etária entre 20 e 40 anos. Fenômenos emocionais são, frequentemente, relacionados com o seu surgimento, provavelmente atuando como fatores desencadeantes de uma predisposição genética para a doença. Mas a real causa da psoríase ainda é desconhecida.
  4. Ictiose vulgar: aparece após o nascimento, geralmente no primeiro ano de vida. Tem como característica apenas ressecamento da pele e descamação fina ou intensa de aspecto geométrico. As áreas mais atingidas são os membros, não descartando a possibilidade de afetar também a face e o couro cabeludo. A doença tende a regredir ou a ter seus sintomas minimizados com o passar dos anos.

Cuidados com a pele no outono e inverno

Uma das maiores reclamações é a qualidade da pele com a mudança de estação. Com a chegada do outono e, logo em seguida, do inverno, é possível que seu rosto e corpo sofram mais com os indesejáveis ressecamentos já que o clima frio e seco colabora para que estas características se intensifiquem.

Veja os cuidados essenciais que se deve ter com a pele neste período:

  • Lave o rosto

É fundamental manter o rosto sempre limpo e livre dos agentes de poluição, maquiagens e produtos. Use o demaquilante corretamente e lave o rosto todos os dias, isso é essencial para manter a pele sempre saudável.

  • Evite esfoliação

O recomendado para essa época do ano é fazer apenas duas esfoliações por semana. A esfoliação apresenta melhor resultado quando a pele é oleosa, o que não acontece no inverno, já que geralmente, a pele fica apenas ressecada.

  • Hidrate todos os dias

Essa é a dica principal, já que sua pele fica muito ressecada nessa época do ano. No entanto, ao hidratar, procure consultar um dermatologista antes de começar o tratamento. Cremes comuns ajudam, mas geralmente não são tão eficientes. Por isso, é necessário saber qual produto exatamente é próprio para a sua pele.

  • Use protetor solar todos os dias

O melhor creme para o rosto sempre foi e será o nosso protetor solar de todo dia. Embora nesta época não faça tanto sol como no verão, ainda assim, somos expostos à luz do sol em dias nublados ou até mesmo lâmpadas que esquentam e também queimam a pele. Usar protetor solar deve ser um hábito diário de cuidados com a pele.

  • Use protetor labial

Tanto quanto a pele, os lábios também precisam de proteção e são os primeiros a demonstrar fragilidade. Hoje já existem, no mercado, protetores específicos para os lábios e o uso já é bastante comum.

  • Cuide da alimentação

O ideal é comer legumes, hortaliças e frutas, alimentos que são fontes de vitaminas e minerais que neutralizam os radicais livres, prevenindo o envelhecimento da pele. As frutas ricas em vitamina C, como morango, laranja, tangerina (mexerica), limão e cereja, entre outras; e vegetais, como brócolis, repolho e cenoura, são exemplos de alimentos para esta estação.

Outro alimento que deve ser adicionado a uma dieta saudável é a soja. Por ser rica em isoflavonas, ela evita o ressecamento e melhora a elasticidade da pele. É interessante adicionar também, por serem ricas em vitaminas, as castanhas, nozes e amêndoas.

  • Intensifique a hidratação

Durante o inverno, um erro brutal que as pessoas cometem é diminuir a ingestão de líquidos. Tomar bastante água é extremamente importante para conservar a hidratação da pele e de todo o organismo que, naturalmente, fica debilitado por causa do clima frio.

O hidratante é a chave para uma pele viçosa, bonita e saudável, principalmente nesta época mais fria. Para isso, invista em ativos poderosos para hidratar, nutrir e reparar a pele.

  • Procedimentos dermatológicos

O inverno é uma boa época para realizar alguns tratamentos dermatológicos que requerem que o paciente evite a exposição ao sol, como peelings, tratamentos a laser entre outros. Procedimentos de depilação a laser também são indicados para serem feitos neste período.

Veja mais detalhes sobre Creme Nutritivo e Hidratante Facial , clicando na imagem abaixo.

cuidados outono invernoGolden Care ADCOS
Creme Nutritivo e Hidratante Facial Golden Care ADCOS hidrata e nutri a pele, revitalizando e devolvendo a maciez e viço natural da pele.

comprar

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Nenhum voto até o momento)
Loading...

Sobre Ellen Frazão

Meu nome é Ellen Frazão e promovo a boa nutrição. Trabalho com dietas, tratamentos para emagrecimento, reeducação alimentar, atividades físicas voltadas para melhoria do metabolismo, alimentação infantil e grupos especiais. Fique à vontade para fazer perguntas e postar seus comentários! Acesse meu Perfil no Google+. Sou uma personagem criada para representar a equipe farmacêutica e nutricionista da Farmácia Eficácia que criam, revisam e respondem por todos os artigos publicados no blog.