Loção Antimicótica – diga adeus para a micose

Depois de ler, avalie o artigo aqui:
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Nenhum voto até o momento)
Loading...

Tempo de leitura: 4 minutos

Micoses são infecções causadas por fungos que atingem a pele, as unhas e couro cabeludo, gerando sintomas bem desagradáveis, como coceira, manchas brancas e rachaduras difíceis de serem tratadas. São particularmente frequentes nos trópicos, onde existem condições ideais de calor e umidade, necessárias para o desenvolvimento dos fungos. 

São exemplos de micoses superficiais e seus sintomas:

  • Pitiríase versicolor – Doença muito comum, especialmente entre jovens, de evolução crônica e recorrente. Indivíduos de pele oleosa são mais susceptíveis a apresentar esse tipo de micose, também conhecida como micose de praias ou pano branco, e que é causado por fungos do gênero Malassezia.

    Apresenta-se clinicamente como manchas brancas, descamativas, que podem estar agrupadas ou isoladas. É normal que elas apareçam na parte superior dos braços, tronco, pescoço e rosto. Às vezes, podem se apresentar como manchas escuras ou avermelhadas.
  • Tineas – Doenças causadas por um tipo de fungos que vive às custas da queratina da pele, pelos e unhas. Estes fungos podem ser encontrados em animais (zoofílicos), no solo (geofílicos) e nos homens (antropofílicos).

    Manifestam-se como manchas vermelhas de superfície escamosa, crescem de dentro para fora, com bordas bem definidas, apresentando bolhas e crostas. O principal sintoma é coceira.
  • Candidíase – Infecção pela cândida pode comprometer isoladamente ou conjuntivamente a pele, mucosas e unhas. É um fungo oportunista. Existem situações que favorecem seu desenvolvimento, como baixa imunidade, uso prolongado de antibióticos, diabetes e situação de umidade e calor. 

    Pode se manifestar de diversas formas, como placas esbranquiçadas na mucosa oral, comum nos recém-nascidos (“sapinho”); lesões fissuradas no canto da boca, mais comum no idoso; placas vermelhas e fissuras localizadas nas dobras naturais, ou envolver a região genital feminina ou masculina, provocando coceira, manchas vermelhas e secreção vaginal esbranquiçada.
  • Onicomicoses – Acomete tanto as unhas das mãos quanto dos pés. São raras na infância com predomínio no adulto maior de 55 anos. 

    Geralmente a unha se desloca do leito e se torna mais espessa. Pode também haver mudança na coloração e na forma.

Hoje em dia, a micose, tanto na pele como nas unhas, está cada vez mais frequente, no entanto, a adesão ao tratamento é também cada vez mais difícil. O importante é prevenir e evitar o problema.

Quer ficar livre da micose? Veja como aqui!

Que tal usar a Loção Antimicótica que auxilia no combate aos fungos das unhas das mãos e dos pés? Ela age impedindo o crescimento de uma grande quantidade de fungos patógenos, por isso é indicada no tratamento de micoses. Alivia o odor, descoloração, unhas quebradiças, restaurando sua aparência natural e prevenindo a disseminação da infecção. Uso externo.

Essa loção é indicada no tratamento de dermatofitoses (tinhas ou frieiras), que são infecções fúngicas da pele. Sua fórmula secante e levemente queratolítica (que promove a quebra da queratina) facilita a penetração dos outros agentes e a eliminação de microrganismos existentes na pele. Atua cuidando de micoses mais superficiais e também das mais profundas.

Maneira correta de usar Loção Antimicótica

Aplicar nos locais afetados 02 a 03 vezes ao dia ou conforme a orientação de um profissional habilitado.

Orientações Gerais 

  1. Somente compre cosmético com orientação de um profissional habilitado.
  2. Não devem usar o produto, pessoas com hipersensibilidade à substância. Caso ocorra, recomenda-se descontinuar o produto e consultar o médico.
  3. Evitar o contato com os olhos, caso isto ocorra lavar com água em abundância.
  4. Não aplicar o produto sobre a pele irritada ou lesionada.
  5. Não use o cosmético com o prazo de validade vencido. 
  6. Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC). 
  7. Proteger da luz, do calor e da umidade. Nestas condições, o cosmético se manterá próprio para o uso, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem.
  8. Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.
  9. Embora não existam contraindicações relativas a faixas etárias, recomendamos a utilização do produto para pacientes de idade adulta
  10. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas ou no período de amamentação sem orientação médica.
  11. Siga corretamente o modo de usar
  12. A resposta varia de pessoa para pessoa e deve-se levar em consideração ás suas condições fisiológicas e o fundo genético
  13. Venda sob prescrição de profissional habilitado, podendo este ser o farmacêutico de acordo com a Resolução 586/2013 do Conselho de Farmácia.

Veja mais detalhes sobre Loção Antimicótica, clicando na imagem abaixo.

Loção Antimicótica60 ml
A Loção Antimicótica auxilia no combate aos fungos das unhas das mãos e dos pés. Age impedindo o crescimento de uma grande gama de fungos patógenos, o que ajuda no tratamento de micoses.

comprar

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Nenhum voto até o momento)
Loading...

Sobre Ellen Frazão

Meu nome é Ellen Frazão e promovo a boa nutrição. Trabalho com dietas, tratamentos para emagrecimento, reeducação alimentar, atividades físicas voltadas para melhoria do metabolismo, alimentação infantil e grupos especiais. Fique à vontade para fazer perguntas e postar seus comentários! Acesse meu Perfil no Google+. Sou uma personagem criada para representar a equipe farmacêutica e nutricionista da Farmácia Eficácia que criam, revisam e respondem por todos os artigos publicados no blog.