Ioimbina – os benefícios para o desempenho sexual

Depois de ler, avalie o artigo aqui:
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Nenhum voto até o momento)
Loading...

Tempo de leitura: 4 minutos

A Ioimbina ou Yohimbine é um fármaco antagonista seletivo dos receptores alfa-2 adrenérgicos retirado da casca de uma árvore africana pouco conhecida, Corynanthe yohimbe.

Ao ser consumida, promove o aumento da excitabilidade da célula, ou seja, o consumo de ioimbina faz com que a célula aumente o consumo de energia, promovendo um maior gasto energético, favorecendo a redução de peso e a queima de gorduras localizadas.

Esta substância se tornou conhecida no Brasil por fazer parte da composição de suplementos alimentares, principalmente em suplementos termogênicos importados.

Veja os benefícios da Ioimbina

A Ioimbina (Yohimbine) ajuda a emagrecer e combate a impotência sexual.

A Yohimbine pode ser usada para ajudar a perder a gordura localizada. Essa gordura é extremamente difícil de ser eliminada, por mais que se pratique exercícios pesados. Costuma ser mais comum na barriga dos homens e nos glúteos e coxas femininas.

É também muito benéfica para quem deseja melhorar a circulação, e combater as celulites, pois ela auxilia na circulação local, tratando e diminuindo o aparecimento desses indesejáveis acúmulos de gordura.

Quer melhorar seu desempenho sexual? Use Ioimbina!

Além das possibilidades apresentadas, sua principal ação é ajudar a melhorar o desempenho sexual e tratar a disfunção erétil de origem psicogênica, vascular ou diabética, proporcionando melhor fluxo sanguíneo para a região peniana com a finalidade de aumentar o tempo de ereção.

A Ioimbina é um estimulante sexual masculino. Um alcalóide obtido do yohimbine (Pausinystalia yohimbe) que pertence à classe farmacológica dos bloqueadores alfa- adrenérgicos. Indicado para impotência sexual masculina. Possui ação vasodilatadora, que melhora a circulação sanguínea assim aumentando a potência sexual.

Nos homens, a Ioimbina bloqueia os receptores α2-adrenérgicos pré-sinápticos. Sua ação vasodilatadora periférica se assemelha àquela observada com a reserpina, embora mais fraca e de menor duração. O efeito da Ioimbina sobre o sistema nervoso autônomo periférico é o aumento da atividade parassimpática (colinérgica) e a diminuição da atividade simpática (adrenérgica). No desempenho sexual masculino a ereção está ligada à atividade colinérgica e ao bloqueio α2-adrenérgico, os quais podem resultar em aumento do tônus peniano, diminuindo o esvaziamento do fluxo no pênis ou ambos. A Ioimbina produz vasodilatação do corpo cavernoso pelo efeito alfa-antagonista.

Modo de usar:

Conforme a bula do produto, a sugestão de uso é a de tomar duas cápsulas ao dia ou conforme a orientação médica ou de um profissional habilitado.

Contraindicação:

  • Este medicamento é contraindicado para pacientes que sofram de úlcera, doenças renais ou hepáticas, angina pectoris, hipertensão, doenças cardíacas e doenças psiquiátricas.
  • Não é recomendado seu uso concomitante com anti-hipertensivo clonidina, tranquilizantes e antidepressivos.
  • É também contraindicado para gestantes e crianças.

Efeitos Colaterais de Ioimbina

Os principais efeitos colaterais do cloridrato de ioimbina incluem:

  • Aumento da pressão arterial
  • Aumento dos batimentos cardíacos
  • Irritabilidade
  • Vertigens
  • Náuseas
  • Vômitos
  • Dores de cabeça
  • Transpiração excessiva
  • Urticária
  • Vermelhidão na pele
  • Tremores
  • Ação antidiurética
  • Espasmo brônquico, tosse e sinusite
  • Exantema e rubor 

Interação medicamentosa: quais os efeitos de tomar Ioimbina com outros remédios?

  • Não administrar Ioimbina com alfuzolina, atenolol, losartana, carbamazepina e inibidores da monoamino oxidase.
  • Com anlodipina e verapamil pode ocorrer redução da eficácia dos bloqueadores de canal de cálcio.
  • Com clomipramina pode ocorrer aumento do risco de hipotensão.
  • Com enalapril e captopril pode ocorrer redução da eficácia do inibidor da enzima conversora de angiotensina.
  • Com sibutramina pode ocorrer o aumento do risco de efeitos adversos cardiovasculares.
  • Com furosemida, espironolactona, clortalidona e hidroclorotiazida pode ocorrer redução da eficácia do diurético.
  • Com antidepressivos tricíclicos pode ocorrer aumento da chance de eventos adversos cardiovasculares.
  • A administração de Ioimbina com a clonidina, metildopa e minoxidil pode causar redução da eficácia destes medicamentos.
  • Ocorrendo efeitos colaterais a dose deve ser reduzida, sendo gradativamente ajustada por um profissional capacitado.

Quais cuidados devo ter ao usar Ioimbina?

  • Pacientes recebendo Ioimbina devem estar sob supervisão de especialistas habituados ao seu uso.
  • Ioimbina deve ser usada com cautela em pacientes com história de úlcera gastroduodenal.
  • Recomenda-se a monitorização periódica da pressão arterial e da frequência cardíaca.
  • A eficácia deste medicamento no tratamento da disfunção erétil depende da capacidade funcional do paciente.Nunca tome remédio sem orientação médica.
  • Valorize sua saúde, sua vida!Recomenda-se a monitorização periódica da pressão arterial e da frequência cardíaca.
  • A eficácia deste medicamento no tratamento da disfunção erétil depende da capacidade funcional do paciente.
  • Nunca tome remédio sem orientação médica. Valorize sua saúde, sua vida!

Veja mais detalhes sobre Ioimbina, clicando na imagem abaixo.

Ioimbina5mg – 60 cápsulas
“Eficaz no tratamento das disfunções sexuais masculinas(impotência sexual) devido a sua ação estimulante.”Farmacêutica Neila Mara

comprar

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Nenhum voto até o momento)
Loading...

Sobre Ellen Frazão

Meu nome é Ellen Frazão e promovo a boa nutrição. Trabalho com dietas, tratamentos para emagrecimento, reeducação alimentar, atividades físicas voltadas para melhoria do metabolismo, alimentação infantil e grupos especiais. Fique à vontade para fazer perguntas e postar seus comentários! Acesse meu Perfil no Google+. Sou uma personagem criada para representar a equipe farmacêutica e nutricionista da Farmácia Eficácia que criam, revisam e respondem por todos os artigos publicados no blog.