Inclua o Óleo de Coco na sua dieta agora!

Depois de ler, avalie o artigo aqui:
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Nenhum voto até o momento)
Loading...

Tempo de leitura: 2 minutos

Ao contrário do que muitos imaginam, alguns dos melhores óleos para cozinhar são o azeite e óleo de canola (ricos em ácidos graxos monoinsaturados e saturados), de acordo com a BBC. Já os óleos de milho e girassol, quando aquecidos, podem oferecer malefícios ao organismo. Por isso, nós, da Farmácia Eficácia, estamos aqui para apresentar o Óleo de Coco, dono de propriedades fantásticas ao corpo humano. Confira!

De onde vem o Óleo de Coco?

Extraído de uma das frutas mais benéficas ao corpo (o coco possui vários ácidos graxos, propriedades antimicrobianas, etc), o óleo existe em duas versões: extravirgem e refinado. Geralmente, é encontrado em estado líquido em 25º, solidificando-se quando exposto a baixas temperaturas.

Quais são os benefícios do Óleo de Coco natural?

Como já dissemos, repleto de vitamina E, ácidos graxos e antioxidantes, o Óleo de Coco pode substituir o óleo de cozinha utilizado por você, contribuindo para uma dieta mais nutritiva e saudável.

Confira 5 de seus principais benefícios:

Emagrecimento: ao consumir Óleo de Coco, que tem entre seus compostos o ácido láurico, o metabolismo é acelerado, consumindo mais calorias. Ele também auxilia na quebra de gorduras presentes no tecido adiposo, reduzindo o indesejável “pneuzinho”;

“Prisão de ventre, nunca mais”: quando utilizado na medida certa, além de extrair do intestino bactérias prejudiciais ao seu funcionamento, o alimento, por ser gorduroso, mistura-se às fezes e auxilia no processo de digestão do bolo alimentar;

Imunidade: o sistema imune pode ser reforçado através dos ácidos cáprico e láurico, presentes no óleo. Antimicrobiano, é eficiente no combate a bactérias, fungos e vírus;

Colesterol em dia: apesar de recomendações sobre o uso excessivo do Óleo de Coco e sua relação com o aumento do colesterol ruim, também conhecido como LDL, há um aumento do chamado colesterol bom, ou HDL. O responsável? Ácido Láurico;

“Xô, fome”: estudos apontam que esse as propriedades deste alimento são capazes de ativar nossos hormônios relacionados à sensação de saciedade, ou seja, ao consumi-lo você estará com menor sensação de fome ao longo do dia. Neste caso, por conter gorduras saturadas, invista em uma alimentação mais balanceada e use-o como substituto das gorduras presentes em alimentos menos nutritivos.

E então, compreendeu como o Óleo de Coco pode ser um “santo alimento” para a sua dieta diária? Compartilhe conosco!

Conheça o produto Óleo de Coco, clicando na imagem abaixo.
óleo de coco1000 mg – 60 cápsulas
Tomar 2 cápsula ao dia ou conforme a prescrição de um profissional habilitado.

comprar

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Nenhum voto até o momento)
Loading...

Sobre Ellen Frazão

Meu nome é Ellen Frazão e promovo a boa nutrição. Trabalho com dietas, tratamentos para emagrecimento, reeducação alimentar, atividades físicas voltadas para melhoria do metabolismo, alimentação infantil e grupos especiais. Fique à vontade para fazer perguntas e postar seus comentários! Acesse meu Perfil no Google+. Sou uma personagem criada para representar a equipe farmacêutica e nutricionista da Farmácia Eficácia que criam, revisam e respondem por todos os artigos publicados no blog.