Entenda sobre alimentos alcalinos e ácidos

Depois de ler, avalie o artigo aqui:
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 4,00 de 5)
Loading...

Tempo de leitura: 6 minutos

Você já ouviu falar do equilíbrio entre acidez e alcalinidade? Acidez e alcalinidade são medidas do PH (potencial de hidrogênio) do organismo. Nosso PH deve permanecer no lado alcalino, pois um organismo ácido está sujeito a uma série de doenças que se desenvolvem em meio à acidez. Enquanto isso, a doença não prospera em um organismo adequadamente alcalino.

A escala de medida do PH vai de 0 a 14. 

O sangue que leva os nutrientes para todo o organismo deve ter em média um PH entre 7,36 e 7,42, ou seja, levemente alcalino.

A comida que ingerimos determina o equilíbrio de nosso organismo que deve ser mais alcalino que ácido. Muitas vezes, um alimento que tem sabor ácido, após sua ingestão, entra no organismo alcalino, como os limões. Podemos medir nosso pH pelos alimentos que ingerimos. Veja como está sua alimentação!

Conheça os alimentos alcalinos e ácidos

O corpo humano é um sistema complexo que mantém um rigoroso equilíbrio do pH. Quando você consome um alimento, ele se transforma em ácido ou alcalino após a digestão e metabolismo.

Para manter o equilíbrio, devemos ingerir mais ou menos de 3 a 4 alimentos alcalinos para cada alimento ácido.

Alimentos acidificados produzem acidez – limite seu consumo

  • Todos os alimentos de origem animal e seus derivados.
  • Remédios, antibióticos, anfetaminas, quimioterapia, radioterapia.
  • Nicotina, café, álcool, adoçantes, muito açúcar, alimentos congelados.
  • Refrigerantes, chocolate, frituras, suco de fruta adoçado.

Alimentos alcalinos produzem alcalinidade

  • Todas as frutas frescas: manga, uva, melancia, mamão, amora, limão, banana, melão, maçã, pera.
  • Frutas secas, amêndoas, nozes, avelãs, castanha-do-Pará, banana passa, uva passa, ameixa, damasco.
  • Folhas verdes: brócolis, espinafre, couve.
  • Legumes, raízes, feijões, soja.
  • Couve-flor crua, milho verde, cenoura, beterraba, batata doce, abobrinha, quiabo, chuchu ralado cru, abóbora.
  • Alho, cebola, salsa, salsão.
  • Água mineral alcalina, chá verde, melado.

Veja os benefícios para equilibrar a sua alimentação

São vários os benefícios adquiridos através de uma alimentação favorável ao equilíbrio do PH, e esses já foram comprovados, tais como: eliminação de toxinas, retenção de líquidos e inflamação, aumento do metabolismo, gerando perda de peso, maior proteção aos ossos, maior proteção aos músculos, evitando a osteoporose, retardando a fadiga, reduzindo a incidência de úlceras, problemas de pele e até mesmo a depressão.

Os problemas típicos da alimentação moderna fazem nosso corpo sofrer. O consumo diário de alimentos embalados, enlatados, refinados e processados, proteínas animais e açúcares, faz com que a prática estenda ao corpo um efeito acidificante. Por ser nosso sangue, idealmente, um meio alcalino, o mais indicado seria que consumíssemos alimentos que colaborassem neste sentido. Mas, como saber quais são esses alimentos?

Pensar que um alimento ácido fará com que nosso sangue fique mais ácido e um alimento alcalino, mais alcalino, não é exatamente a lógica correta para esta questão. Um limão, por exemplo, é um alimento originalmente ácido, porém o resíduo orgânico que restará no corpo após sua digestão, é alcalino, o que caracteriza o limão como um alimento “alcalinizante”.

Continuamente, por ser o ideal, o organismo trabalha a fim de manter o pH do sangue entre 7,3 e 7,4 (levemente alcalino).

Este pH permite que as células consigam armazenar nutrientes em proporções adequadas para que elas realizem suas funções – como, por exemplo, a preservação dos ossos e músculos. Quando isso não acontece e o meio fica ácido, isto é, com pH inferior a 7, esse mecanismo fica comprometido, pois as células deixam de liberar toxinas, ficando inflamadas e com maior chance de aparecerem prejuízos como: ganho de peso, cansaço e envelhecimento precoce da pele, além de doenças mais graves, como osteoporose e câncer.

No entanto, não é só uma alimentação “ácida” que pode influenciar nesse equilíbrio. A própria poluição para quem mora em grandes cidades, a utilização de medicamentos, o envelhecimento diário das nossas células e o estresse podem ser alguns dos fatores que influenciam no desequilíbrio, por também gerarem radicais livres no organismo.

Também há outros prejuízos que a acidez sanguínea traz para o corpo são: queda de cabelo, maior aparecimento de infecções do trato respiratório, como rinite e sinusite, por exemplo, e menor capacidade de concentração.

A fim de que isso seja evitado, a recomendação é que as refeições tenham mais alimentos que resultem em resíduo alcalino e bem menos daqueles que gerem resíduo ácido.

Saiba o que priorizar na alimentação diária de acordo com o grau de alcalinidade e acidez

Muito alcalinos: Frutas como a ameixa, pasta de soja fermentada (missô), sal marinho, semente de abóbora (sem sal), lentilha, brócolis, cebola, rabanete, inhame, batata-doce, laranja-lima, nectarina, framboesa, melão, tangerina e abacaxi.

Moderadamente alcalinos: canela, pimenta, alho, castanha de caju, salsa, couve, endívia, rúcula, folha de mostarda, laranja-pera, amora e manga.

Pouco alcalinos: chá verde, vinagre de maçã, ovo de codorna, amêndoa, gergelim, pimentão, nabo, couve-flor, repolho, berinjela, abóbora, batata, limão, pera, abacate, maçã, amora, papaia, pêssego, manteiga clarificada (ghee), quinua, arroz selvagem, aveia, óleo de coco, azeite extra virgem, sementes (a maioria), beterraba, alho-poró, quiabo, alface, banana, damasco e mirtilo.

Alimentos ácidos: farinha de trigo branca, lagosta, carne vermelha, leite, queijo processado, sorvete, vinagre branco, geleia com açúcar, cerveja, refrigerantes.

Desta forma, agora você já tem uma relação de alimentos que ajudarão a manter seu corpo com um pH equilibrado e saudável. Mas, lembre-se de que você não precisa se limitar a alimentos alcalinos apenas! Ela serve como uma base importante para o seu plano de dieta, quanto mais alimentos alcalinos você comer, mais alcalino seu corpo será. No entanto, o equilíbrio é fundamental, outros alimentos contêm muitas vitaminas e nutrientes e não devem ser negligenciados. A dica é comer uma grande variedade de alimentos saudáveis, incluindo os listados aqui para a sua alcalinidade.

Veja mais detalhes sobre Spirulina, clicando na imagem abaixo.

alcalinos ácidos500mg – 120 cápsulas
“A Spirulina quando ingerida absorve água, aumenta de volume e ocupa maior espaço no estômago. Desta maneira ela confere saciedade e diminuição da fome. Além disso, um grande potencializador e desintoxicador do organismo.” Farmacêutica Livia C. O. Guerra.

comprar

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 4,00 de 5)
Loading...

Sobre Ellen Frazão

Meu nome é Ellen Frazão e promovo a boa nutrição. Trabalho com dietas, tratamentos para emagrecimento, reeducação alimentar, atividades físicas voltadas para melhoria do metabolismo, alimentação infantil e grupos especiais. Fique à vontade para fazer perguntas e postar seus comentários! Acesse meu Perfil no Google+. Sou uma personagem criada para representar a equipe farmacêutica e nutricionista da Farmácia Eficácia que criam, revisam e respondem por todos os artigos publicados no blog.