Dicas naturais para tratamento de ovário policísticos

Depois de ler, avalie o artigo aqui:
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Nenhum voto até o momento)
Loading...

Tempo de leitura: 4 minutos

A Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP) é um problema endócrino que atinge as mulheres em idade fértil.  É uma situação bem comum no universo feminino, que afeta a ovulação e o ciclo menstrual, podendo acarretar conseqüências sérias para a fertilidade. Veja a seguir como deve ser o tratamento de ovário policísticos.

Apesar de a medicina ainda não saber quais são as causas exatas deste distúrbio, sabe-se que ele está relacionado ao desequilíbrio hormonal. Em condições de SOP, o corpo da mulher passa produzir a testosterona (hormônio masculino), em quantidades mais elevadas que o normal.

Em conseqüência desse desequilíbrio, ocorre um aumento no tamanho nos ovários e surgimento de alguns cistos – um tipo de bolsa, revestida por uma fina membrana fina, com líquido ou ar em seu interior. Quando não tratada adequadamente, pode alterar significativamente o funcionamento dos ovários, causando infertilidade.

Alguns fatores podem contribuir para a SOP, como histórico familiar e excesso de insulina, por exemplo.

Principais sintomas do SOP

O distúrbio é chamado de síndrome porque os sintomas variam de mulher para mulher, podendo ser mais brandos em algumas e mais intensos em outras.

Como o aparecimento dos cistos está ligado ao desequilíbrio hormonal, com maior produção de testosterona, podem surgir sintomas como:

  • nascimento de pelos em excesso, inclusive no rosto
  • mais oleosidade na pele
  • menstruação irregular ou amenorreia (ausência de sangramento por três ou mais ciclos)
  • ganho de peso sem causas aparentes
  • surgimento (ou agravamento) de acne na idade adulta, entre outros.

Tratamento de ovário policísticos

Infelizmente, ainda não há uma cura definitiva para os ovários policísticos. Entretanto, é possível fazer o controle do distúrbio com algumas mudanças de hábitos que ajudam a restaurar equilíbrio hormonal das mulheres. Veja a seguir algumas dicas:

  • manter uma alimentação equilibrada e saudável, com mais proteína e gordura natural dos alimentos e menos carboidratos;
  • praticar atividades físicas regularmente, para auxiliar a perda ou manutenção do peso e melhorar os níveis de ovulação e insulina no corpo;
  • focar no emagrecimento ou no controle do peso ideal para regular o ciclo menstrual, amenizar os sintomas e contribuir para a melhora da fertilidade; 
  • melhorar da sensibilidade à insulina, com exercícios físicos e alimentação balanceada.

Suplementos que ajudam na síndrome

Vitamina D

Comprovado cientificamente, a participação da vitamina D é essencial para o funcionamento de diversas funções vitais de órgãos e sistemas. Nas mulheres com síndrome do ovário policístico, a carência dessa vitamina pode provocar uma piora no quadro de resistência à insulina, favorecendo o aparecimento de diabetes tipo 2.

Para garantir níveis adequados de vitamina D é necessário tomar sol diariamente, com protetor solar, antes das 10h da manhã e depois das 16h. Caso seja necessário, a suplementação é muito bem vinda.

Cromo

Em casos de SOP, o cromo ajuda a melhorar a resistência à insulina, evitando o desenvolvimento de diabetes tipo 2. Além disso, diminui a vontade de comer carboidratos e doces, contribuindo para o controle da dieta.

L-Carnitina

Em condições normaisl a carnitina é sintetizada no fígado, cérebro e rins em níveis suficientes para suprir as demandas nutricionais do corpo. Nas mulheres com SOP, entretanto, essa quantidade é baixa, exigindo a suplementação.

A Carnitina está relacionada ao processo de intolerância à glicose, função insulínica e redução de peso. 

Coenzima Q10

Com o avanço da idade, a mulher vai sofrendo com o envelhecimento dos óvulos, especialmente em casos de SOP. A suplementação da coenzima Q10 é fundamental para ajudar a melhorar a fertilidade, aumentando a probabilidade de implantação dos embriões.

Ômega 3

Desempenha importante papel no fortalecimento do sistema imunológico, sensibilidade à insulina, diferenciação celular e na ovulação de mulheres com a síndrome de ovários policísticos.

Selênio

Atua no melhor funcionamento intestinal, aumentando a digestão e absorção de nutrientes. Também ajuda a combater o estresse oxidativo, diminuindo a produção de testosterona.

Essas são as melhores dicas para o tratamento de ovário policísticos. Vale lembrar que nenhuma delas substitui a consulta médica e devem ser aliadas no tratamento recomendado pelo médico.

Veja mais detalhes sobre Selênio, clicando na imagem abaixo.

tratamento ovário policísticos50mcg – 120 cápsulas
“O Selênio é um mineral que auxilia na imunidade, prevenção e tratamento de diversas doenças.” Farmacêutica Neila Mara

comprar

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Nenhum voto até o momento)
Loading...

Sobre Ellen Frazão

Meu nome é Ellen Frazão e promovo a boa nutrição. Trabalho com dietas, tratamentos para emagrecimento, reeducação alimentar, atividades físicas voltadas para melhoria do metabolismo, alimentação infantil e grupos especiais. Fique à vontade para fazer perguntas e postar seus comentários! Acesse meu Perfil no Google+. Sou uma personagem criada para representar a equipe farmacêutica e nutricionista da Farmácia Eficácia que criam, revisam e respondem por todos os artigos publicados no blog.