Contar calorias para emagrecer, funciona?

Depois de ler, avalie o artigo aqui:
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Nenhum voto até o momento)
Loading...

Tempo de leitura: 6 minutos

Contar calorias não é a melhor estratégia para emagrecer. A ciência da nutrição vai muito além da contagem de calorias. É importante observar a saúde do paciente como um todo, desequilíbrios estruturais e hormonais, saúde intestinal, alterações imunológicas e interação corpo-mente. O corpo humano não funciona de uma forma tão simples. E nem sempre comer menos resulta em uma queima maior de gorduras.

O modo como o corpo metaboliza os nutrientes e a energia que provém deles depende de vários fatores, incluindo o tipo de alimento consumido, o metabolismo de cada pessoa, que varia de acordo com idade, sexo, peso, genética, temperatura, estado de fome, momento do dia, estresse, entre outros, e até os micro-organismos que habitam nosso intestino. 

É admissível que duas pessoas consumam exatamente o mesmo número de calorias, e os resultados no corpo e na saúde sejam bem diferentes. Sendo assim, contabilizar calorias não parece ser a melhor solução na busca pela perda de peso. Confira três fatores para você adotar uma abordagem diferente e focar na qualidade alimentar e em um estilo de vida mais saudável para chegar ao seu peso saudável.

Três fatores que se aplicam ao nosso gasto de energia

Geralmente, sabe-se que para perder peso precisamos consumir menos calorias em relação ao que o nosso corpo necessita, a isso damos o nome de déficit calórico. Entretanto, não é bem assim, pois muitos fatores influenciam nosso gasto de energia. Confira!

O metabolismo

Cada corpo tem um ponto de ajuste que governa seu funcionamento e influencia o peso. Isso tem origem em vários fatores, incluindo a genética, fatores ambientais e comportamentais.

O hipotálamo, localizado na base do cérebro, é uma estrutura muito importante e que participa da regulação do metabolismo. Quando entende que o organismo está passando por um momento de privação alimentar, o hipotálamo atua na temperatura do corpo e evita que o peso caia abaixo desse ponto de ajuste.

Característica do alimento consumido

Suas escolhas alimentares também podem influenciar seu gasto energético, e não apenas pela quantidade de calorias consumidas.

Alimentos processados podem estimular, pela recompensa alimentar, um maior consumo de calorias quando comparados com alimentos não processados. Mais importante que focar no conteúdo calórico, é comer melhor e ter os alimentos in natura e minimamente processados como base da alimentação. Não há necessidade de excluir os processados e ultraprocessados, apenas consuma-os em quantidades menores.

Microbiota intestinal

Muitos micro-organismos vivem no nosso intestino, e alguns tipos podem influenciar a quantidade de energia dos alimentos absorvida. Com isso, alterações na nossa microbiota podem influenciar no nosso peso e contribuir com o desenvolvimento de obesidade, além de outros problemas de saúde, como diabetes, síndrome metabólica e doenças alérgicas.

Pare de contar calorias

Contar calorias não parece ser uma boa maneira de controlar o peso. Adote uma abordagem diferente, que tenha como foco não o peso, mas um estilo de vida saudável e a qualidade dos alimentos consumidos. Aí vão algumas dicas!

1. Coma menos e melhor – aumente seu consumo de alimentos in natura de todos os grupos alimentares e assim reduza os alimentos processados e ultraprocessados.

2. Faça exercício físico – a intenção não é se exercitar com o objetivo principal de queimar calorias ou perder peso, muito menos buscar um corpo ideal. O objetivo principal deve ser o bem-estar e a saúde. 

3. Tenha uma ótima noite de sono – um sono sem sincronia com o ritmo natural do corpo pode levar ao ganho de peso e a problemas de saúde. Se você tem problemas com o sono, converse com seu médico.

4. Saiba lidar com o estresse – é impossível eliminar totalmente as situações estressantes do dia a dia. No entanto, precisamos aprender a lidar com elas.

Há pessoas que diante de situações de estresse, comem mais que deviam. Claro, nossas emoções estão alinhadas à alimentação e é normal comer quando estamos tristes e precisamos de um pouco de conforto, ou quando estamos felizes e desejamos celebrar.

No entanto, se isso acontece sempre, pode se tornar um problema. A comida não resolve nossos problemas, e isso é denominado de comer emocional.

5. Consulte um profissional – muitas pessoas se sentem culpadas por não conseguir perder peso, como se esta fosse uma responsabilidade estritamente individual. 

No entanto, muitas coisas influenciam o nosso peso, e algumas delas estão fora do nosso controle, como a genética, remédios que tomamos e o ambiente em que vivemos.

Além disso, fazer dietas restritivas frequentemente pode levar à diminuição do metabolismo, levando ao reganho de peso. Uma das razões para isso acontecer é o aumento do apetite, que faz com que a pessoa pense mais em comida e acabe exagerando.

Por isso, se você está com obesidade, procure profissionais especializados e que busquem um novo olhar sobre ela.

Atenção: nem todas as calorias são iguais

Cientificamente, queimar mais calorias do que você consome causa perda de peso, e por esse pensamento, algumas dietas e planos alimentares se embasam na contagem calórica para gerar emagrecimento. Mas, será que contar calorias emagrece mesmo?

Não é de hoje que se sabe que a qualidade das calorias que se ingere – assim como o equilíbrio e o sincronismo dos macronutrientes – afeta o metabolismo, a saciedade e a maneira como o corpo utiliza calorias. 

Comer muitos vegetais, frutas e proteínas à base de plantas enquanto permanece dentro da porção calórica diária vai melhorar a saúde e ajudará a perder peso. No entanto, consulte primeiramente um nutricionista antes de iniciar qualquer dieta para garantir que o corpo esteja recebendo todos os nutrientes certos.

Ao invés de calcular as calorias de cada alimento que consome, os profissionais de saúde recomendam praticar a “consciência calórica”. Observe a composição de seu prato e se pergunte: tenho carboidratos, proteínas, gorduras saudáveis ​​e vegetais? As partes de cada uma parecem razoáveis? E os vegetais ocupam a maior parte do prato?

O desenvolvimento desse tipo de “consciência calórica” ajudará você a obter um bom equilíbrio de nutrientes para nutrir seu corpo, enquanto continua no caminho certo para perder peso.

No entanto, a contagem calórica pode ser um ponto de partida para se observar de onde as calorias estão vindo. Observe se elas estão sendo ingeridas na forma de salgadinhos refinados e bebidas açucaradas. A ideia é que essas calorias sejam usadas para uma alimentação mais inteligente e saudável.

Veja mais detalhes sobre Cáscara Sagrada, clicando na imagem abaixo.

contar calorias emagrece250mg – 60 Cápsulas
“Por ser uma planta diurética a Cascara Sagrada ajuda o corpo a desinchar e elimina as toxinas do organismo. Tem excelente ação laxante, tendo a vantagem de que normalmente não causa dores abdominais, cólicas e diarréias.” Farmacêutica Elisângela do Espírito Santo.

comprar

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Nenhum voto até o momento)
Loading...

Sobre Ellen Frazão

Meu nome é Ellen Frazão e promovo a boa nutrição. Trabalho com dietas, tratamentos para emagrecimento, reeducação alimentar, atividades físicas voltadas para melhoria do metabolismo, alimentação infantil e grupos especiais. Fique à vontade para fazer perguntas e postar seus comentários! Acesse meu Perfil no Google+. Sou uma personagem criada para representar a equipe farmacêutica e nutricionista da Farmácia Eficácia que criam, revisam e respondem por todos os artigos publicados no blog.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments