Alimentação intuitiva: os princípios de uma vida leve

Depois de ler, avalie o artigo aqui:
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 4,00 de 5)
Loading...

Tempo de leitura: 4 minutos

Alimentação intuitiva: os princípios de uma vida leve. A maioria das dietas milagrosas que surgem por aí nos mais variados meios de comunicação acabam fazendo com que as pessoas se tornem escravas de hábitos alimentares que, na maioria das vezes, nem tão saudáveis e recomendáveis são assim para a manutenção da saúde e bem estar.

O mais importante é comer e beber bem, ingerir líquidos e alimentos de qualidade e que acima de tudo adoçam o nosso paladar e nos levam a comer com prazer fazendo das nossas refeições diárias algo gostoso e não uma forma imposta de melhorar a saúde, a aparência ou seja lá o motivo pelo qual você resolveu mudar sua dieta.

E para que você tenha uma alimentação mais saudável vale a pena seguir alguns princípios básicos que a dieta intuitiva recomenda:

  • Rejeite a mentalidade da dieta – para com isso. Evite aquilo que outros impõe como regra alimentar; coma sem medo, sem culpa, sem receio, sem vergonha; sinta que tem o controle daquilo que precisa comer e por isso sabe exatamente o que te faz bem e feliz; evite os estereótipos e as ditaduras militares impostas por toda e qualquer dieta.
  • Honre a fome – é isso mesmo. Quando estiver com fome coma. Mas, saiba que existe uma grande diferença de vontade de comer e fome. A vontade de comer pode estar relacionada com o estresse, a ansiedade, o nervosismo, o medo e mais algumas neuras que carregamos conosco no nosso dia a dia. Mas, se estiver com fome coma. Seu organismo está te alertando de que ele precisa se alimentar para repor o que falta para que ele tenha energia para voltar a trabalhar no ritmo que você precisa.
  • Faça as pazes com a comida – deixa de bobagem. Deixa de deixar de comer um simples brigadeiro por culpa. Se permita comer, simples assim. Se dê o direito de ter a permissão incondicional para comer sem regras. Mas, para isso é preciso que você dê valor aos mais variados alimentos dos doces às verduras e leguminosas. Todos eles devem compor o seu cardápio de forma moderada, saudável e sem nenhum tipo de neura ou culpa.
  • Desafie o policial alimentar que habita dentro de você – nem vem. Nada de ouvir aquela vozinha que diz que se você comer um docinho depois do almoço vai ter que ficar dez horas na academia no dia seguinte para queimar todas as calorias que adquiriu por causa desse doce. Pode parar com isso. Hora de desafiar essa vozinha e comer sem medo, porém, com qualidade.
  • Coma para se sentir saciado e não para se empanturrar – é preciso que você entenda quando seu corpo te avisar que chegou a hora de parar. Muitas vezes, mesmo saciados comemos mais do que devemos, principalmente, devido à ansiedade e ao estresse do nosso dia a dia. Mas, fique alerta. Seu organismo vai te avisar, mesmo que de forma sutil, que ele está satisfeito e que a próxima refeião pode ser feita quando você sentir, realmente, fome e não vontade de comer.
  • Descobrir a satisfação no ato de comer – existem alguns tipos de alimentos que nos deixam satisfeitos por mais tempo, por isso, não sentimos necessidade de nos alimentar novamente daqui a três horas, por exemplo. Mas, em alguns casos, existem alimentos que nos trazem satisfação. E é muito importante nos sentirmos satisfeitos em ambos os sentidos, pois quando descobrimos a satisfação no ato de comer deixamos de comer em excesso.
  • Deixa a comida de lado quando o assunto for a emoção – essas duas realmente não combinam. Ou a pessoa come demais, principalmente, o chocolate que libera serotonina e nos dá uma gostosa sensação de prazer ou ela para completamente de comer. E, em nenhum dos casos, existe benefícios. Seja inteligente na hora de se alimentar e não misture seus problemas e suas emoções com a comida para que você possa se sentir satisfeito e saciado.
  • Respeite seu corpo –  cuide bem do seu corpo, independente do seu biótipo. E deixe de lado essa coisa de que você pode emagrecer ou engordar quando seu biótipo dizem exatamente o contrário. Se respeite do jeito que você é. Apenas busque equilibrar seu peso de acordo com a realidade do seu corpo.

A alimentação intuitiva vai te ajudar a entender e a buscar a satisfação das suas necessidades biológicas, físicas, psicológicas e sociais, por meio de uma alimentação mais saudável, porém, sem a rigidez das dietas.

Veja mais detalhes sobre Fórmula Funcional anabólica, clicando na imagem abaixo.

alimentação intuitiva
Você é vegano e busca melhorar a performance nos exercícios físicos sem comprometer o seu estilo de vida? A Farmácia Eficácia, pensando em você, traz a fórmula funcional anabólica 100% vegana, que é composta por ativos, que ajuda na recuperação pós treino, ajuda no ganho de massa muscular e combate a fadiga.

comprar

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 4,00 de 5)
Loading...

Sobre Ellen Frazão

Meu nome é Ellen Frazão e promovo a boa nutrição. Trabalho com dietas, tratamentos para emagrecimento, reeducação alimentar, atividades físicas voltadas para melhoria do metabolismo, alimentação infantil e grupos especiais. Fique à vontade para fazer perguntas e postar seus comentários! Acesse meu Perfil no Google+. Sou uma personagem criada para representar a equipe farmacêutica e nutricionista da Farmácia Eficácia que criam, revisam e respondem por todos os artigos publicados no blog.